Posts arquivados em: Tag: Star Wars

10 jan 2017 CinemaCríticaFilmes

Filme: Rogue One – Uma história Star Wars

Filme: Rogue One - Uma história Star Wars - http://desneurando.com.br

Nota: 4.5 Stars (4,5 / 5)
Título Original: Rogue One: A Star Wars Story
Direção: Gareth Edwards
Estrelando: Felicity Jones, Diego Luna, Ben Mendelsohn
Gênero: Aventura, Ficção científica, Ação
Classificação: M / 12 anos
Outros dados: USA, 2016, Cores, 2h14min
Sinopse: Ainda criança, Jyn Erso (Felicity Jones) foi afastada de seu pai, Galen (Mads Mikkelsen), devido à exigência do diretor Krennic (Ben Mendelsohn) que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera (Forest Whitaker), ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor (Diego Luna) e do robô K-2SO.

Disney sempre será Disney, né? Quando ela comprou toda franquia do Star Wars da Lucasfilm e anunciaram que iriam lançar um filme Star Wars por ano eu fiquei um pouco preocupada, mas depois entendi. Eles sabem cuidar de uma marca como ninguém e esse filme é prova disso. Eu tentei ao máximo não ficar vendo vídeos sobre o assunto, sobre como seria o roteiro, imagens oficais e afins. Eu tenho percebido que os grandes estúdios e os grandes sites e canais especializados em filmes estão soltando tantos spoilers, tantas imagens e trechos oficiais que quando o filme finalmente chega você já cansou do mesmo conteúdo e ele nunca irá atingir as suas expectativas, até porque ela ficou altíssima por meses e você foi descobrindo segredos que poderiam te dar uma experiência bem melhor se você fosse diretamente ver o filme sem saber de nada. Pensando dessa forma, fui assistir Rogue One sem nem saber direito do que se tratava, apenas de que era um prequel da franquia mais famosa.

Continue lendo

escrito com amor e carinho por

05 jan 2016 CinemaCríticaGeek

Filme: Star Wars – O despertar da força

1

Nota: 5 Stars (5 / 5)
Título Original: Star Wars: Episode VII – The Force Awakens
Direção: J.J. Abrams
Estrelando: Daisy Ridley, John Boyega, Adam Driver
Gênero: Aventura, Ação, Ficção Científica
Classificação: M/12
Outros dados: USA, 2015, Cores, 2h15min.
Sinopse: Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que busca minar o poder da República e que tem Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson) e o Líder Supremo Snoke (Andy Serkis) como principais expoentes. Eles conseguem capturar Poe Dameron (Oscar Isaac), um dos principais pilotos da Resistência, que antes de ser preso envia através do pequeno robô BB-8 o mapa de onde vive o mitológico Luke Skywalker (Mark Hamill). Ao fugir pelo deserto, BB-8 encontra a jovem Rey (Daisy Ridley), que vive sozinha catando destroços de naves antigas. Paralelamente, Poe recebe a ajuda de Finn (John Boyega), um stormtrooper que decide abandonar o posto repentinamente. Juntos, eles escapam do domínio da Primeira Ordem.

Alguns amam, outros odeiam e muitos simplesmente não se importam. Mas verdade seja dita: desde quando a Disney comprou todos os direitos de Star Wars da Lucas Film, o filme se tornou o grande hype do momento. Eu senti até um certo exagero, confesso. Muitas roupas, calçados, maquiagem, cosméticos e até mesmo band-aid e papéis higiênicos chegaram a colocar o selo Star Wars só para vender mais. Eu penso que quem não gosta ou não se importa deve estar bem mais saturados do que os fãs da saga, eu mesma amo a saga e estou um pouco saturada. Mas fiquei ansiosa demais para assistir o novo filme e tinha expectativas altíssimas para ele. Veja bem, tenho conseguido ir ao cinema praticamente uma vez por semana e isso tem me ajudado a melhorar meu senso crítico de cinema e não diria que é um filme bom se tivesse visto defeitos no filme. Defeitos, todos possuem, mas neste caso os acertos passam por cima deles como um furacão.

Continue lendo

escrito com amor e carinho por