Posts arquivados em: Tag: RuPaul’s Drag Race: All Stars

13 dez 2016 EntretenimentoNetflixSériesTelevisão

Assistidos de Novembro

Westworld

Tipo: Seriado
Temporada: 1
Exibição: HBO
Classificação: 5 Stars (5 / 5)

Crítica: Esse seriado foi uma grande surpresa para mim. Eu resolvi assistir logo na estreia, fiquei de boca aberta com o primeiro episódio e sem entender muita coisa e me apeguei demais. É um dos melhore seriados que já assisti na vida, eu amo a forma de narração não linear e mega confusa, você fica completamente perdido! E sim, isso é muito bom porque eles sempre fazem grandes revelações e tudo faz muito sentido. Existem perguntas do primeiro episódio que só são respondidas no último e olhe lá. Não pisque, senão você perde tudo… Para mim é uma das melhores séries do ano!

Sinopse: Westworld é um parque temático futurístico para adultos, dedicado à diversão dos ricos. Um espaço que reproduz o Velho Oeste, povoado por andróides – os anfitriões –, programados pelo diretor executivo do parque, o Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins), para acreditarem que são humanos e vivem no mundo real. Lá, os clientes – ou novatos – podem fazer o que quiserem, sem obedecer a regras ou leis. No entanto, quando uma atualização no sistema das máquinas dá errado, os seus comportamentos começam a sugerir uma nova ameaça, à medida que a consciência artificial dá origem à “evolução do pecado”. Entre os residentes do parque, está Dolores Abernathy (Evan Rachel Wood), programada para ser a típica garota da fazenda, que está prestes a descobrir que toda a sua existência não passa de bem arquitetada mentira.

 

RuPaul’s Drag Race: All Stars

Tipo: Reality Show
Temporada: 2
Exibição: Logo TV
Classificação: 4 Stars (4 / 5)

Crítica: Eu comecei a assistir RuPaul’s Drag Race somente esse ano e me apaixonei tanto que não consigo parar de ver! Essa é uma temporada especial com as melhores drags de todas as temporadas e que possuem uma segunda chance para entrar no Hall da Fama Drag. Minhas drag queens favoritas estão nessa temporada: Adore Delano, Alaska, Katya e Detox! Eu achei que foi uma temporada boa, porém nada demais… A grande bomba foi fazer as próprias queens se eliminarem, o que tirou a Alyssa mesmo ela sendo uma das melhores.

Sinopse: Segunda temporada da edição “All Stars”, que reúne algumas das drags mais populares que não chegaram a vencer as temporadas anteriores do reality RuPaul’s Drag Race! Nessa edição Adore Delano, Alaska, Alyssa Edwards, Coco Montrese, Detox, Ginger Minj, Katya, Phi Phi O’Hara, Roxxxy Andrews, e Tatianna retornarão para batalhar pela coroa e entrar para a realeza do Drag Race. Para isso, terão que impressionar RuPaul, Michelle Visage, Carson Kressley e Todrick Hall numa grande variedade de desafios, batalhas de lipsync e, claro, o Snatch Game All-Stars!.

 

3%

Tipo: Seriado
Temporada: 1
Exibição: Netflix
Classificação: 4.5 Stars (4,5 / 5)

Crítica: Mais uma grande surpresa. Eu havia assistido ao curta 3% que tem disponível no Youtube e tinha boas expectativas para o seriado, porém com um certo receio de ser brasileiro. Veja bem, eu não odeio tudo que é feito no Brasil, porém acho que ainda tem muita coisa a ser melhorada. O seriado começa com um ritmo e estilo bem novela da Globo e depois vai melhorando bastante. No final você nem lembra do sofrível começo e se apaixona pela série, que é incrível e já está confirmada para uma segunda temporada! O mundo amou o seriado e você pode dar uma chance para ele.

Sinopse: Em um futuro pós-apocalíptico o planeta é um lugar devastado. O Continente é uma região do Brasil miserável, decadente e escassa de recursos. Aos 20 anos de idade, todo cidadão recebe a chance de passar pelo Processo, uma rigorosa seleção de provas físicas, morais e psicológicas que oferece a chance de ascender ao Mar Alto, uma região onde tudo é abundante e as oportunidades de vida são extensas. Entretanto, somente 3% dos inscritos chegarão até lá.

 

De férias com o ex Brasil

Tipo: Reality Show
Temporada: 1
Exibição: Mtv Brasil
Classificação: 3 Stars (3 / 5)

Crítica: Eu tenho um guilty-pleasure muito forte com reality shows trash. Eu amo assistir esses realitys e como não seria diferente, esse acompanho até o fim. Existem muitos problemas, muitas coisas duvidosas e nudes desnecessários, mas a verdade é que nóis gosta de assistir barraco na tv e pensar na vida. E por favor, Ana larga esse Coelho, ele te chifrou o programa inteiro e agora vocês assumem o namoro? Chega de sofrência! Tudo é muito trash, mas eu amo assistir e me divirto bastante. Se você não curte realitys num geral, pule esse porque é um dos mais trashs que tem rs

Sinopse: Em busca de um amor de verão, dez jovens lindos, sarados e solteiros desembarcaram em um incrível paraíso tropical no nordeste do Brasil, mais precisamente na Praia da Pipa (RN), para se hospedar numa gigantesca e luxuosa mansão. “Mal sabem” eles que tudo está prestes a se tonar bastante Excitante. Quando começam a desfrutar de uma vida dos sonhos, seus ex-namorados e ex-namoradas começam a chegar de forma inesperada e a verdade vem à tona. A partir daí e até o fim do programa, a dúvida passa a ser: “quem será o(a) próximo(a) ‘ex’ a aparecer na casa?”

 

Fuller House

Tipo: Seriado
Temporada: 2
Exibição: Netflix
Classificação: 4 Stars (4 / 5)

Crítica: Bem mais dinâmico e divertido que a primeira temporada, eu estou amando assistir a segunda temporada! É aquele seriado bem em família, sem grandes tchans, porém que sempre dão uma lição de vida e mostram como a família é importante em nossas vidas. Eu amo como eles são engraçados e espalhafatosos e ao mesmo tempo sérios. Ainda estou assistindo, mas a sensação de nostalgia misturada com o sentimento de amor em família é muito boa e mal posso esperar para o episódio especial da Natal.

 

Sinopse: Em Fuller House, as aventuras da família Tanner, de Três é Demais, continuam. D.J. Tanner-Fuller (Candace Cameron-Bure) perdeu recentemente o marido, e está grávida. A sua irmã mais nova, Stephanie Tanner (Jodie Sweetin) aspirante a cantora, e sua melhor amiga, mãe solteira Kimmy Gibbler (Andrea Barber) – e sua filha adolescente Ramona, todas se mudam para a casa de DJ para ajudá-la a cuidar dos dois filhos dela – o rebelde JD, de 12, e o neurótico Max, de 7.

escrito com amor e carinho por