Posts arquivados em: Tag: freelancer

04 dez 2015 DesignFreelancerPessoal

Trabalhar fora x Trabalhar em casa


Um tempo era necessário para que eu pudesse resolver grandes problemas da minha vida que aconteceram em 2015. Mas quem não tem problemas, não é mesmo? No meio da correria, acabei fechando grandes trabalhos e fazendo até uma entrevista em uma empresa enorme e tudo isso me fez ficar muito em dúvida sobre meu futuro profissional: continuar trabalhando em casa ou procurar um emprego numa empresa? Eu fiz um post explicando 10 lições que aprendi sendo freelancer que recomendo a leitura caso você não tenha lido ou precise lembrar. Essa dúvida de futuro profissional me fez fazer essa lista de prós e contras de ambos que quero compartilhar com vocês:

1. Horário fixo x Qualidade de Vida
Como já expliquei no post anterior, quando virei freelancer percebi que minha qualidade de vida mudou bastante. Eu posso sair a qualquer dia da semana, posso trabalhar em casa ou em uma cafeteria, posso trabalhar de manhã, de tarde ou de noite dependendo do meu humor, entre outras questões que percebi que tenho uma qualidade de vida bem melhor. Porém passar o mês tentando arrumar freelas e preocupada em como pagar as contas mexe com minha gastrite! Sem contar que se em uma empresa o horário é geralmente das 9h às 18h e depois partiu ir pra casa ver Netflix, trabalhando em casa tem muitos dias que trabalho desde a hora que acordo até a hora que vou dormir, tipo das 9h às 00h!! Ou seja, apesar de poder sair, passear e tirar alguns dias de folga, nos outros dias eu trabalho o dobro, o triplo do que trabalharia em uma empresa fora de casa. Será que vale à pena? Meu corpo anda super cansado e engordei pra caramba, não tenho horário fixo para nada e isso pode ser bom em algumas coisas, mas péssimo em outras.

2. Vida Social x Vida Solitária
Algo que percebi é que ao trabalhar como freelancer sozinha na minha casa, com toda a minha família trabalhando e eu muitas vezes tendo que fazer horários loucos até 00h, minha vida social despencou bastante. Mal tenho tempo para ficar com minha família, saio com meu namorado sempre cansada e com sono, vejo meus amigos uma vez por semana e olhe lá, acaba gerando um cansaço meio desnecessário. Quando você trabalha fora de casa também fica cansado, mas consegue sair depois do expediente, fazer um happy hour e com certeza  ter amizades na empresa.

3. Dinheiro fixo x Dinheiro pingado
Eu confesso que é uma das questões mais tensas de ser freelancer. Você nunca sabe o quanto vai ganhar no fim do mês! Eu possuo freelas fixos e mesmo assim é complicado, o cliente não paga, esquece, desiste, diminui a quantidade e paga um valor menor, é bem sofrido. É difícil fazer planos como casar, comprar um apartamento e até mesmo um celular novo (algo que comprei e me arrependi por conta dos freelas serem cada mês de uma forma). Trabalhar fora você sabe que independente dos problemas, todo mês você recebe seu dinheiro e pode planejar melhor.

4. Erros na empresa x Erros como freelancer
Finalmente um ponto positivo em ser freelancer! rs Quando eu errava em alguma empresa, mesmo que fosse algo pequeno, levava bronca, muita gente brava, reuniões de sermões, entre outras questões que me deixavam super mal porque poxa, todo mundo erra! As empresas de fora parece que querem robozinhos que não façam nada de errado. Quando erro como freelancer, posso contornar, posso conversar com o cliente e pedir desculpas ou posso dizer que fiz isso intencionalmente, para ele ver se minha ideia era viável…

Continue lendo

escrito com amor e carinho por