16 fev 2016 CríticaInspiraçõesNetflixSéries

Série: Jessica Jones

jessica

Nota: 5 Stars (5 / 5)
Título Original: Marvel’s Jessica Jones
Direção: Melissa Rosenberg
Estrelando: Krysten Ritter, David Tennant, Mike Colter
Gênero: Drama, Fantasia, Policial
Sinopse: Desde que sua curta vida como super-heroína acabou de forma trágica, Jessica Jones (Krysten Ritter) vem reconstruindo sua carreira e passou a levar a vida como detetive particular no bairro de Hell’s Kitchen, em Nova York, na sua própria agência de investigações, a Alias Investigations. Traumatizada por eventos anteriores de sua vida, ela sofre de Transtorno de Estresse Pós-Traumático, e tenta fazer com que seus super-poderes passem despercebidos pelos seus clientes. Mas, mesmo tentando fugir do passado, seus demônios particulares vão voltar a perseguí-la, na figura de Zebediah Kilgrave (David Tennant), um obsessivo vilão que fará de tudo para chamar a atenção de Jessica.

A Netflix precisa ser aplaudida de pé sempre: ela revolucionou a forma como assistimos as coisas e grandes empresas estão penando para conseguir chegar no mesmo patamar que a Netflix tem hoje. Como se não bastasse já ter um conteúdo bom para assistirmos quando quisermos e aonde quisermos, ela resolve fazer criações de sua própria autoria. Eu já assisti Demolidor e fiquei boquiaberta! Acredito todas as séries da Netflix conseguem ter uma qualidade excelente, que vai muito além do que canais conseguem fazer. Então quando surgiu Jessica Jones, sabendo que ela está no mesmo universo que Demolidor (que é uma série incrível), eu já sabia que essa nova série seria, no mínimo, boa.

Como a maioria dos filmes e séries de super-heróis, Jessica Jones é baseada em HQ’s do seu próprio nome, porém é um pouco diferente dos super-heróis considerados normais. Na série ela segue a parte da HQ aonde ela abandona essa vida de super-heroína e se torna uma investigadora particular. Como seu super-poder é ter uma força muito grande, ela consegue disfarçar e utilizar apenas quando lhe convém. O que é interessante da série é que ela flerta com filmes noir o tempo inteiro e você muitas vezes esquece que se trata de uma série de super-heróis, pois o foco deles são investigações e poderes da mente.

No meio das investigações o super-vilão de Jessica poderia existir na vida real: ele é um rico, stalker, que quer ela a qualquer custo e que por acaso possui um super-poder de manipular a mente das pessoas. Jessica não possui medo de nada nem ninguém, mas quando ela pensa que ele está perto, ela quase vira um bichinho indefeso. É incrível ver como o medo pode afetar as personalidades. É incrível ver o girl power que essa série tem, não só da Jessica, praticamente todas as mulheres da série são girl power! Vale a pena assistir até mesmo se você não curte séries e filmes de super-heróis, pois você nem lembra que se trata disso.

escrito com amor e carinho por

Comente via Facebook

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Clay
    16 fev 2016

    Assisti a série logo que foi lançada e nossa, me empolguei tanto que terminei a temporada na primeira semana srs. Achei incrível a personalidade da personagem e a atuação do Tennant <3
    Ansiosa pela 2 temporada

    • mahchiconi
      19 fev 2016

      Eu também assisti logo que foi lançada, eu só demorei um pouco para postar a resenha, queria digerir melhor toda a série! Também aguardo muito a 2ª temporada!!