05 jan 2017 Data EspecialPessoal

O que esperar de 2017

O que esperar de 2017 - http://desneurando.com.br

Imagem: Tumblr

Não sei nem por onde começar. 2016 foi um ano tãaao intenso que é difícil conseguir resumir esse turbilhão de emoções que nós vivemos. Digo nós porque sei que independente de quem você seja você sabe que foi um ano inesquecível, tanto pelo lado bom como pelo lado ruim. Vai ser um ano marcado na história por vários motivos e realmente um ciclo finalmente se encerrou.

Eu sei que muitos podem discordar, mas para mim 2016 foi um ano muito bom. Sim, eu sei que para a população, especialmente o Brasil, foi um ano bem duro. Mudanças políticas, notícias absurdas, tragédias, desemprego, tudo caro, pessoas passando dificuldade. Eu vivi tudo isso também, não se enganem. Minha família foi atingida pela crise, meus amigos não conseguem emprego, o dinheiro tá cada vez mais difícil e apertado. Mas como eu escrevi no post do ano passado: não é o tempo que muda, mas sim você e as coisas ao seu redor! Eu decidi que esse ano independente do que acontecesse eu iria crescer, iria conquistar coisas e teria momentos inesquecíveis. Eu lutei bastante, mas consegui ter um ano muito bom apesar dos apesares.

Logo no começo do ano eu me libertei de algo que me prendia: cortei meu cabelo que batia na cintura e deixei ele acima da nuca. Foi tão libertador que fiz um post especial contando sobre tudo o que aconteceu. E então eu fiz 24 anos e não foi nada fácil entender e aceitar que tudo o que eu tinha planejado com essa idade eu não tinha alcançado. Eu estava em casa, desempregada, meio depressiva, completamente sem rumo. Muitas coisas passavam na minha cabeça e parecia que eu não tinha motivação para nada. O começo do ano foi mesmo uma fase bem difícil na área pessoal e profissional. Mesmo assim tentei olhar o lado positivo e escrever sobre 24 coisas que aprendi com 24 anos e tentar aconselhar vocês leitores com o pouco que sei sobre a vida.

Então meu namorado foi seguir um sonho dele e por falta de emprego aqui conseguiu um trabalho voluntário e ficou 3 meses morando nos Estados Unidos e trabalhando. Foi uma fase bem pesada também, a gente passou o Dia dos Namorados e nosso niver de namoro um longe de outro e como eu já estava bem abatida, fiquei mais ainda com tudo o que estava acontecendo. Mas acontece que de julho para cá minha vida deu uma reviravolta muito grande, quase como se fosse uma novela mexicana e tudo mudou para melhor. Meu namorado voltou e nós vivemos super bem, nosso relacionamento melhorou mais ainda e percebemos que queremos casar assim que possível. Eu consegui emprego fora de casa e foi muito libertador poder sair da rotina do dia-a-dia e também poder fazer uma comparação sobre meus pontos de vista de como é trabalhar fora x trabalhar em casa quando eu era freelancer e depois como era trabalhar fora x trabalhar em casa 2 quando voltei a trabalhar em uma empresa.

Depois que comecei a trabalhar eu tive mais grana, consegui pagar uma pequena dívida que tinha no cartão, consegui comprar muuuita coisa que eu precisava fazia muito tempo e que desempregada e com meus pais numa situação difícil eu jamais teria. Bens materiais não são essenciais para a nossa vida, mas de vez em quando comprar algo que você queria te dá uma sensação muito boa também. Com grana eu consegui dar muitos presentes e ir ao cinema quase toda semana, praticamente um sonho que tinha há anos. Talvez isso explique porque quase toda semana tem várias resenhas de filmes aqui, né? Realmente o blog ficou muito focado em filmes e séries e eu não me arrependo porque escrevo sobre aquilo que estou vivendo, e passei 2016 assistindo muitas coisas.

Mas esse ano fiz um plano muito legal e em breve irão ter novos posts aqui, com assuntos mais diferentes e que possam atrair não só quem ama filmes e séries, mas também quem gosta de cultura, lazer, ilustração, fotografia e muito mais. Como eu escrevi, tive vários problemas em 2016. Mas apesar de tudo eu consegui focar nas coisas boas e sair dele com uma sensação muito boa. Você não conseguiu? Que tal focar para que esse ano, independente do que aconteça, seja um ano inesquecível para você?

escrito com amor e carinho por

Comente via Facebook

Deixe seu comentário

3 Comentários

  • Luiza
    26 maio 2017

    Belo Post era o que procurava, venho acompanhando alguns post deste site e estou adorando ler-los.

  • Leonardo
    06 jan 2017

    Oi, Mayara!
    2016 realmente foi um ano difícil, mas foi melhor pra quem resolveu dar a cara a tapa e lutar pelos seus ideais. Eu passei quase a mesma coisa que você esse ano, e pra mim, apesar de ainda não estar como eu quero, já está bem melhor.
    A independência financeira é realmente uma coisa muito boa, por mais que você ainda more com os seus pais. Poder ir à uma loja e comprar aquela coisa que você estava querendo há tempos é uma sensação única.

    Que 2017 continue sendo um ano bom pra você, e que as conquistas não parem de chegar. 😁

  • Danielle S.
    05 jan 2017

    Mayara, eu acho que a coisa mais importante que você trouxe de 2016 foi a força de vontade. Pelo seu post deu pra você que você foi atrás, fez o que queria e tudo isso te levou até onde você está hoje. Você mostrou que temos que ir atrás, não só imaginar e achar que vai acontecer sem a gente se mexer. Parabéns pelas conquistas e espero que 2017 seja melhor ainda!! 🙂

    Beijo!