23 jan 2017 CinemaCrítica

Filme: La La Land – Cantando Estações

Filme: La La Land - http://desneurando.com.br

Nota: 5 Stars (5 / 5)
Título Original: La La Land
Direção: Damien Chazelle
Estrelando: FRyan Gosling, Emma Stone, John Legend e Rosemarie DeWitt
Gênero: Comédia Musical, Romance
Classificação: L/Livre
Outros dados: USA, 2016, Cores, 2h08min
Sinopse: Ao chegar em Los Angeles o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.

Esse filme está dando o que falar, sendo aclamado pela crítica e bem aceito pelo público. Eu não entendia muito bem o porque de tudo isso até assistir o trailer, que achei tão empolgante que queria ir ao cinema de qualquer jeito ver esse filme, mesmo que eu acabasse não gostando. Então fui exatamente ontem com meu namorado (que estava quase em nível zero de empolgação pra ver e só iria por mim mesmo). A sala estava completamente lotada e detalhe: cheia de idosos. Achei curioso e não entendi muito bem, pois esse shopping específico que fui ontem é sempre “jovem e descolado” e é difícil ver idosos num geral, talvez tenha sido o primeiro filme que assisti com tantos idosos assim. E foi uma experiência diferente: muitos falam durante o filme, deixando tudo ainda mais divertido e sendo super fofos com a nostalgia que sentiam. Foi super divertido e emocionante ter eles na sala de cinema!

Filme: La La Land - http://desneurando.com.br

O filme logo no início pode assustar um pouco porque ele é completamente musical e por alguma razão a maioria dos brasileirinhos não gostam desse gênero. Eu sou uma pessoa que AMA musicais e ainda assim achei meio esquisito. Depois que você se desprende a experiência do filme é muito melhor. Os musicais, a letras, a dança, tudo se encaixa e dão dicas do que está acontecendo e do que vai acontecer. É um filme onde você precisa olhar além do óbvio, tentar entender as pequenas linhas escondidas em tudo, nas pequenas referências de filmes antigos como “Cantando na Chuva”, “Moulin Rouge”, “Funny Face”, entre outros. De um modo geral, é uma grande homenagem aos musicais consagrados da antiga Holywood e para os amantes de cinema é um prato cheio de nostalgia e referências. Ele é um filme lindo, com fotografia linda, figurino e cenários coloridos bem Hollywood e simplesmente encantador.

Filme: La La Land - http://desneurando.com.br

Vejam bem, é um filme lindo. Mas nem por isso quer dizer que não existam problemas nele! O Ryan Gosling é maravilhoso, mas cantando é um desastre. A Emma Stone possui uma voz bonita, mas bem suave, chega a ser até um pouco irritante por parecer que ela está susurrando e não cantando. Já que era para ser uma grande homenagem à Holywood poderiam ter trabalhado melhor nesse aspecto do canto. Existem algumas partes do filme que são paradas e dá aquela vontadezinha de fechar um pouco o olho e dormir um pouco… E se você não gosta de musicais dificilmente vai mudar de ideia com esse filme, pois muitos tem chamado ele de “revolução” e “grande novidade”, mas a verdade nua e crua é que é mais do mesmo com uma roupa mais moderna. Vale à pena assistir? Sim, com certeza. É o melhor filme do ano? Acho muito cedo para afirmar isso e o buzz ao redor do filme é muito maior do que ele realmente é.

escrito com amor e carinho por

Comente via Facebook

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • hellz
    31 jan 2017

    OOOOOI

    como onde moro não tem cinema, eu já providenciei aquele bome velho download por torrent e vou assistir em breve.
    Por ser musical, compreendo as suas críticas. Poderiam ter escolhido atores que já eram cantores ou fazer eles apenas dublarem, né? 🙁
    no mais… a fotografia parece linda e eu quero mesmo MUITO assistir

    beijo
    beinghellz.com

  • Camila Faria
    26 jan 2017

    Animada para assistir (apesar de implicar um pouco com os altos níveis de ingenuidade da maioria dos musicais)! 🙂