15/08/2016

Filme: Esquadrão Suicida

Crítica Filmes Nerdices

Filme: Esquadrão Suicida - desneurando.com.br

Nota: 3 Stars (3 / 5)
Título Original: Suicide Squad
Direção: David Ayer
Estrelando: Will Smith, Jared Leto, Margot Robbie
Gênero: Ação , Fantasia
Classificação: M / 12 anos
Outros dados: USA, 2016, Cores, 2h 3min.
Sinopse: Após a aparição do Superman, a agente Amanda Waller (Viola Davis) está convencida que o governo americano precisa ter sua própria equipe de metahumanos, para combater possíveis ameaças. Para tanto ela cria o projeto do Esquadrão Suicida, onde perigosos vilões encarcerados são obrigados a executar missões a mando do governo. Caso sejam bem-sucedidos, eles têm suas penas abreviadas em 10 anos. Caso contrário, simplesmente morrem. O grupo é autorizado pelo governo após o súbito ataque de Magia (Cara Delevingne), uma das “convocadas” por Amanda, que se volta contra ela. Desta forma, Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Crocodilo (Adewale Akin), El Diablo (Jay Hernandez) e Amarra (Adam Beach) são convocados para a missão. Paralelamente, o Coringa (Jared Leto) aproveita a oportunidade para tentar resgatar Arlequina.

Mais uma vez demorei para conseguir ir ao cinema, mas fui esse final de semana. A primeira coisa que estranhei era que o cinema estava super vazio, algo bem diferente dos outros filmes que andei postando por aqui. Antes de escrever sobre o filme eu preciso escrever sobre os trailers e a mudança brusca da estética dele. Batman Vs. Superman foi tão criticado que ricocheteou nesse filme e de última hora resolveram mudar completamente o tom dele. De um filme super sério e mais sombrio (como é possível ver no primeiro trailer e nos primeiros pôsters) ele se tornou um filme ultra colorido, até colorido demais, com essa brincadeira de ser estranhamente colorido e divertido. Como Designer a estética, em si, foi muuuito interessante, chamou muito mais atenção do que as primeiras versões e até mesmo do começo pro filme até a metade a parte de Design e Lettering do filme é meio que imperdível para qualquer profissional da área.

Leia o post completo

Você também pode gostar desses

04/08/2016

App: Pokémon Go – e a sua privacidade

Aplicativo Nerdices Tendência

1
Antes de mais nada: não vai ser um post contando sobre o aplicativo ou dando dicas como costumo fazer. Eu sei que muita gente está fazendo isso e se você quiser é só dar uma pesquisa rápida no google que você encontra váaarias dicas e tutoriais. Esse post na verdade é para gerar um debate mais sério sobre tudo o que anda acontecendo desde que o app foi lançado pelo mundo e agora que foi oficialmente lançado no Brasil.

Mas vou escrever sobre o quê? Bom, na verdade vocês já pararam para pensar, tipo realmente parar por 5min e olhar o que está acontecendo? Eu já, refleti bastante sobre o assunto e mesmo que a maioria não concorde comigo ou me ache louca, acredito que preciso escrever minha opinião e que mesmo se você não concordar, você pelo menos irá pensar melhor no assunto. A pergunta que quero deixar é: pra que serve esse app?.

2
Há alguns meses atrás, quando saiu o trailer eu fiquei boquiaberta. Não poderia imaginar como seria poder caçar Pokémons, algo que eu era apaixonada quando criança e era um grande sonho de vida! Assim como os potterheads sonham com uma carta de Hogwarts, os pokénerds sonham em caçar pokémons e se tornarem grandes treinadores. Depois de muita expectativa o aplicativo foi lançado e virou uma febre mundial! Todo mundo falando do assunto até enjoar e muita gente xingando que que ainda não havia chegado em todos os países. Afinal, seria justo alguns terem muito enquanto outros nem poderiam caçar um ainda? No Brasil pior ainda, alguns hue hue brs conseguiram até hackear a conta do twitter do desenvolvedor do jogo e twittar umas loucuras para chamar a atenção.

3
E então comecei a ler muitos artigos falando bem e falando mal e a observar relatos para refletir melhor. Qual seria o limite para usar esse aplicativo? Durante o parto, no casamento, no velório, no show do seu artista favorito? Será que realmente vale à pena perdermos grandes momentos porque precisamos caçar um mísero pokémon? Que diferença irá fazer na sua vida ter 1 ou ter 250 (que é o máximo até agora)? Comecei a ver fotos de lugares antes vazios lotados de gente com celulares na mão e olhos na tela. Os limites pararam de existir e as pessoas estão sendo assaltadas, sofrendo acidentes de carros e acidentes nas ruas, brigas, faltando ao trabalho, correndo sem parar e tudo isso vai valer o que no final?

4
Eu pensei MUITO antes de baixar o aplicativo, mas queria ver para dar uma opinião melhor. Realmente é um jogo bom e viciante, mas também é um jogo preocupante. Desde o começo do meu expediente hoje as pessoas não estão trabalhando direito, elas estão vidradas nos seu celulares, caçando pokémons. E pelos relatos está sendo assim em todos os lugares, além de já terem inúmeros casos de assaltos. Não quero nem entrar no mérito de que você andando com seu serviço de localização pra cima e pra baixo podem utilizar para várias coisas que talvez você não goste. Será que vale à pena sua segurança e sua privacidade em troca de uns pokémons? O que será que o futuro nos aguarda? Basta colocar aplicativos que queremos muito que o governo vai conseguir muitas informações de forma fácil e rápida? Não sei, você que me diz!

Você também pode gostar desses

29/07/2016

Links da Semana #1

Links da Semana

1

Toda semana irei trazer os melhores links da semana! Claro que eu selecionei os links que acho mais relevante e que tem algo a ver com a proposta do blog. Antes do mundo acabar, é melhor você ler correndo esses links! Eles podem não ter nada a ver com o assunto, mas pelo menos você se diverte. #OMundoAcabaHoje.

2

1. Por que não uso temas piratas – e você também não deveria!

2. Vida de Freelancer: 6 atitudes que mudaram minha vida profissional

3

3. 18 museus incríveis (incluindo interativos) para visitar pelo Brasil

4. Como funciona o Google Analytics

5. O porquê de não se blogar por obrigação

6. A prova de que as câmeras engordam MESMO (dependendo da lente)

7. Precisamos falar sobre bolsos falsos em roupas femininas

8. Quero ter um Podcast. E agora?